30.9.13

Palavras engolidas a seco... beijos!

"Mas sou frágil como um grão de neve.
Derreto-me com leves sussurros e a ternura estonteia-me.
Sofro de constante abstinência de amor...
...

As palavras preenchem abismos.
Constroem pontes de madeira ou aço fino.
Somos todos em forma de palavras.
As palavras machucam, doem, cortam.
Palavras súbitas declaram a guerra 
e palavras esperançosas anunciam a paz.
Qualquer palavra é mais do que uma palavra....
As palavras são sempre mais do que palavras:

um punhal, uma carícia, uma confissão.
...
As nossas bocas misturam-se com as línguas,
o corpo inflama-se, dói quase.
Deixa-me beijar-te por dentro"
Pedro Paixão

4 comentários:

DoiSaboresELA disse...

O poder das palavras... Ditas as vezes de forma tao ligeiras.
Beijo !!! Sentido e gritado na ponta da lingua :D

Sil disse...

As palavras têm um poder enorme... e devem ser regadas com silêncios!!
Mais do que nunca acredito nisso, reaprendo a dosear as duas!




Beijo no teu coração no silêncio de palavras...
(porque não são necessárias)

Vício de Ti disse...

Em vez de sentirmos os aspetos menos positivos de algumas palavras, era bom sentirmos somente as palavras que transmitissem algo de bom :)

Beijinho

Sil disse...

Talvez tenhas razão, devemos disciplinar a mente para focar só no bom, e ignorar o menos bom. Sofreríamos menos com toda a certeza!
:)))






Beijitos