17.3.15

Abismo meu...


Essas tuas certezas de que sou tua mesmo antes de sequer me teres tocado embriaga-me num estado dormente de antecipação do que avassaladoramente pode vir a ser a quietude da minha alma num desassossego constante provocado pela alma que te ilumina. És a meiguice em palavras derretidas, és a voz que me ilumina dia a dia, pedaço a pedaço, minuto a minuto, sem pressas, destapando-me a alma, alojada lá no meu mundo, onde queres morar. Retiras-me o chão com tanto mimo, e devolves-me em dobro a paz que tanto esperava receber, és uma presente, uma benção na minha existência. Vou ficar mal habituada... nunca fico saciada de ti, nem de toda a energia que emana de todos os teus poros. Vicias-me em ti, nesse perfume adocicado que encurta a distância e chega a mim... trespassando-me de lado a lado. Pior é que é um deixar-me afundar no teu abismo!

2 comentários:

Imprópriaparaconsumo disse...

O abismo vicia a nossa pele e a nossa mente. Deixa-te cair :))
beijos grandes tontinha do meu coração :)

Sil Maria disse...

Que assim seja!
Abismo por abismo que seja um que me faça tremer até à alma!



Beijoooo minha tontinha linda