7.11.13

Sim, é um facto!

Gosto de mim quando [me] amo!
Quando me sinto provocada, quando mexem com a minha mente, quando existe alguém além de mim mesma para eu gostar, amar, conhecer, percorrer cada canto, explorar cada centímetro de pele, afundar-me no olhar. Perder-me na sua alma, assim lentamente, sem medo de me perder. Porque perder-me neste caso é o caminho. Sem limites, sem rede de protecção, deixando o corpo comandar o corpo e inverter os papeis da racionalidade. Viver é deixar de pensar! É seguir apenas o instinto, embora sabendo para onde se caminha! Viver é sentir, é fazer-me sentir no outro. É admirar as qualidades, sabendo dos defeitos, é desejar engolir o pacote inteiro, e sentir que somos admirados da mesma forma. É sentir que o irreal também existe, mesmo que seja fugaz, mas que seja de entrega total, com tudo, o corpo, a mente, a alma, numa perdição ardente, como se o amanhã não fosse existir e o momento foge um eterno orgasmo sentido na boca.
É um facto, amo a vida!
Amo amar!

12 comentários:

Vício de Ti disse...

:)

Essa de "engolir o pacote inteiro" soa muito bem :))

Acho que viver sem amar torna tudo demasiadamente cinzento e mecânico :)

Beijinho :)

Eros disse...

Carpe Diem!

:)

Beijo

Oliver Migueis disse...

Adoro uma mulher provocada...

SinneR disse...

e aproveita agora bem a vida, pois nunca se sabe o que o futuro nos reserva.

bj doce

Baby Suicida disse...

Amar, ser amada, partilhar de igual forma.
Será puro romantismo? Que seja! Eu sou!

Aperto doce ao ler-te. :)

Sil Maria disse...

Às vezes tenho destas expressões tolas, que muitas vezes fazem rir os outros!
:))


Torna sim... eu sei o que custa viver sem....




Beijitos

Sil Maria disse...

Carpe Diem my friend!
:))

Sil Maria disse...

Ainda bem.....

Sil Maria disse...

Se morresse amanhã, não teria jamais sido em vão!...
:))

Sil Maria disse...

Eu também, embora nem sempre me vejam como tal...
:))



Volta sempre!
És bem vinda!
Aperto de volta....

DoiSaboresELA disse...

Por mais fugas que seja, há que aproveitar sempre, sem medos e receios:)))
Um beijo grande

Sil Maria disse...

Por menores que sejam os momentos, por mais insignificantes que possam parecer, há que os aproveitar sempre!
:)))

Beijo grande grande