23.10.13

"Há decisões que não decidimos; há decisões que nos são decididas. Decisões que, por mais voltas que dermos, por mais sins e nãos que quisermos, e conseguirmos, dar, nunca passarão de ser exactamente aquilo que estavam destinadas a ser.
Há sins que por mais vezes que sejam ditos nunca evitarão os nãos que no final serão ditos. E, claro, há nãos que por mais vezes que sejam ditos nunca evitarão os sins que no final serão ditos.
No final, restas tu e o que acontece – tu e o que te acontece.
E no final és sempre tu que te aconteces."
Pedro Chagas Freitas 
 

2 comentários:

interludium disse...

Belo texto…
O sim só existe porque existe um não e vice-versa
Mas no final ninguém se acontece sozinho… [esta parte é o meu mau feitio – risos]

beij♥s
GGT

Sil Maria disse...

Pois não!!
eheheheheh
:)))