4.10.13

Foi há 9 anos...

Há nove anos ainda te sentia a mexer aqui dentro, ainda tirava a última foto da barriga enorme onde nadavas dentro de mim. Há nove anos, durante nove meses acompanhaste-me como jamais alguém o fará, jamais esta sensação de preenchimento será conseguida com mais alguém. É o milagre de criar vida! Mais que qualquer outra criação feita com todo o amor, sentir-te dentro de mim não tem palavras que o descrevam, crescendo, tornando-te no ser humano que nasceu há nove anos, por meio das mãos dos médicos; e com grande pena minha não vi te vi chegar a este mundo, és o meu milagre! Durante estes nove anos recordo de quando deste os primeiros passos, que foram na minha direcção, as primeiras palavras, o teu sono tranquilo que velava só para admirar-te o quão bela és. Cada traço, cada desenho do rosto, cada sorriso que fazias a dormir, como adorava, e adoro, fazer-te festas antes de dormir, e quando já falavas, e me pegavas no rosto com as tuas mãos tão pequeninas e me fazias olhar-te nos olhos, e dizias: - gosto tanto de ti, mamã! E os abraços de esganar que até hoje me dás antes de dormir, fazem-me tanta falta quando não estás. E os beijos com que me brindas logo de manhã, seja inverno ou verão, decididamente eu sou mesmo dorminhoca, ao teu contrário, colibri madrugador. E como adoro dar-te colo, e ficar a fazer cafuné. Sim, nem sempre é só rosas, tem alturas que me consegues tirar do sério miúda! Outras levas-me às lágrimas de tanto rir! É impossível viver comigo eu sei, é a perfeita loucura, onde tu mesmo és naturalmente tu, sem medos, não há limites ao pé de mim. Com esse teu encanto, que encanta todos, e consegue levar toda a gente a fazer o que tu queres, só ficas de trombas quando esses métodos não resultam comigo. Conheço-te desde sempre, da época em estávamos ligadas uma à outra e te alimentavas de mim, me sentias e eu a ti! E babo de orgulho quando me dizem que emocionas uma sala inteira ao declamares um poema de forma expressiva! Hoje é o teu dia! Amo-te tanto quanto a mim mesma, mesmo que o não diga a toda a hora!

12 comentários:

Eros disse...

Simbiótico... literalmente! :)
Parabéns à petiz e à orgulhosa e afortunada mamã!

Beijos repartidos

Vício de Ti disse...

Parabéns e beijinhos para as duas :))

Von disse...

Então parabéns!
Acho que está na altura de fazeres outra...
:)))

goti disse...

Já???!! O tempo voa...rsrsrsr....é uma riqueza!!!!

Muitos parabéns! Que a vida lhe seja sempre generosa!

Beijo embrulhado em mil sorrisos nas duas

Observador disse...

Muitos parabéns. Beijinhos para ambas.

Sil disse...

Obrigado Eros
:))

Sil disse...

Obrigado :)))

Sil disse...

Obrigado!
E esquece lá isso de mais um.... despedi o sementeiro!!!!
:P

Sil disse...

Minha Goti.... é mesmo, nem a vais reconhecer da próxima vez que a vires!
Assim espero, seja bem mais generosa do que comigo!



Beijo enorme em ti, minha flor :)))

Sil disse...

Obrigado!
:))

Shiver disse...

Outro lado do amor,talvez o mais forte e infinito :)*

Sil disse...

É um outro tipo de amor.... este não esgota nunca!!!!
:)))