10.10.13

EU

 
Gosto de uma boca para beijar, mas que não seja apenas a boca que o faz, que o corpo a acompanhe, o que é raro de encontrar, não gosto de vulgaridades. Odeio que me tomem como mais uma, como mais um pedaço de carne a ser devorado. Ao mesmo tempo adoro ser devorada por quem me consegue violar os portões sempre fechados da alma! Entrar aqui não é para quem quer, é para quem tiver a ousadia de tentar, usando a chave certa! Em tempos idos maltratava os corpos masculinos, se pudesse tinha matado alguns com toda a raiva do mundo, mas com a força interna que cada um de nós tem, e eu considero-me alguém com bastante, hoje as mortes que provoco são de outra natureza! Não há impossíveis no mundo, há quem não se dê ao trabalho de evoluir, de se transformar, de revirar as entranhas e se mudar! Como digo muitas vezes, posso desistir de vários caminhos, por várias razões, mas jamais desisto de mim mesma! Adoro um corpo para degustar lentamente, sem pressa, se a mente que o compõe mexer-me por dentro, me provocar uma tempestade capaz de me arrancar a alma. Tão forte que me alucine os neurónios e não me dê paz! À parte disso, tenho este meu ar de anjo e menina doce, não muito simpática ao primeiro contacto! Sorrisos é só para quem merece! A tabuleta de entrada diz: "Beware of the owner!"


5 comentários:

Shiver disse...

E mordes ou usas açaime? (no dicionario é assim que se escreve :P)

Sil disse...

Pelo sim, pelo não é melhor ires apanhar a vacina contra venenos, eu não disponibilizo antídoto.
ihihihihihihihih
:P

Observador disse...

Uma mulher nunca poderá ser 'apenas mais uma.
Beijo

Sil disse...

Mas há os que coleccionam apenas corpos... indiferentes ao conteúdo!
:))

mghorta disse...

Delicioso...