3.9.13

Saudade...


De quando fechava a porta do quarto e te deixava entrar pela janela da mente!
De quando me invadias pela noite dentro e me fazias sentir tão nua!
De quando me fazias sentir única e as palavras eram grávidas de emoções!
De quando me olhava no espelho e te via no brilho dos meus olhos!
De quando fechava os olhos e te sentia aninhado no meu colo com os dedos entre os cabelos!
De sentir que me vestias a alma de carinho com os teus beijos!

De quando a pulsação acelerava só de te pensar!
De quando os minutos se faziam eternos pelas palavras impregnadas de tesão!
De quando a caminhada se fazia sem esforço, e te sentia sempre presente!
De quando me derretia com o teu sorriso gravado na minha memória!
De quando me entregava às tuas ordens, me abandonava ao teu comando!
De quando me davas o que não sabes possuir!
Saudades... intermináveis!

10 comentários:

(Ela) disse...

Descreveste tudo o que podemos dizer que nos completa. Natural que se sinta saudade da plenitude!

Beijo d'(Ela)

Nethuns disse...

nunca queiras menos que a plenitude

beijo

Soul disse...

Quando se sente com esse carinho, como sentes, não há forma de não sonhar em ter tudo novamente...porque isso é tanto!

Beijo-te menina linda :*

opusdesiderium disse...

a Saudade é f*****

1beijo
GGT

Lynce disse...

Magnifico...

Sil disse...

Esse é problema, como se mata a saudade da plenitude que se sentiu!?








Beijo(s) n' Ela

Sil disse...

Se assim for acho que ainda tenho muitas eternidades para chegar lá, to feita!
:(((






Gosto de ver por aqui! :))
Beijo gajo

Sil disse...

Com a intensidade que estilhaça a alma.... isso sim, faz-me desejar sentir de novo!
E foi tanto em quase nada!







Beijo[te] lindona *****

Sil disse...

É... muitoooooooo!







Beijos
GGT

Sil disse...

Sentido!
healing[me]