6.5.13

Beijo[TE]


"O beijo inesperadamente roubado
traz a mudez do próximo segundo
construímo-nos neste longo silêncio do depois
melhor ainda
teus lábios que uma vida repleta de palavras."


E lá no fundo, bem no fundo,
jaz apenas o silêncio, que desemboca no buraco do estômago, onde guardo as palavras que não digo.

6 comentários:

Soul disse...

Há beijos que nos sabem pela vida...que nos roubam palavras mesmo ditas em silencio!
:*

Sil disse...

E há palavras guardadas em beijos roubados.
E beijo é sempre beijo, não existe nada de mais completo em matéria de sensações.
:)

lusoma mar disse...

o beijo é um toque de satisfação de que se começa algo que acaba da mesma sensação.
é um sinal ( num momento ) de, como diz a Soul, sabe - nos pela vida...!!
bjs

Sil disse...

lusoma mar,
Um beijo é a sublime união de dois desejos, não acho que seja um sinal de nada. Pode ser é principio de muita coisa, ou simplesmente ficar por aí.
:)

lusoma mar disse...

sempre vamos ter de pedir mais explicações,,,
sabes que as incertezas dos principios costumam dar bons resultados,,,,vamos
apurando as nossas inquietas questões quanto á razão...e depois acontece
que os desejos também une a sublime arte para continuar a pesquisa,,,,ou não..
só tentando,,,!!
kiss

Sil disse...

mas no beijo nada é incerto, ele já contém todas as certezas, fala muito mais do que qualquer palavra no mundo... quase como o olhar.
:)